Escreva para pesquisar

Compartilhar

Dicas de viagem: Rota do Cangaço em Alagoas

Você provavelmente já ouviu falar de: Lampião, Maria Bonita e seu bando. Muitos consideram a cidade de Piranhas-AL, no interior do sertão alagoano, como o “portal” para a Rota do Cangaço em Alagoas – um passeio turístico que conta a história da emboscada realizada pela volante, (polícia) contra o famoso bando de cangaceiros. Vale lembrar que, o lugar também oferece um acesso relativamente fácil ao paradisíaco Cânion do Xingó – uma curiosa formação natural. Veja o post completo sobre passeio de barco pelo Cânion do Xingó.

Rota do Cangaço Piranhas Alagoas

Centro histórico de Piranhas-AL

Existem algumas empresas realizando o tour Rota do Cangaço em catamarãs ou pequenas embarcações pelo leito do Rio São Francisco. Durante o trajeto os turistas podem apreciar o belo visual de praias fluviais e as paisagens áridas das margens. As saídas de barco acontecem diariamente, a partir do Porto de Piranhas-AL. A maior parte dos visitantes embarca de catamarã, pois o preço acaba sendo mais convidativo que de lancha ou canoa.

+ Reserve Hotel pelo Boooking.com com até 50% desconto – Cancelamento Gratuito!

Fazenda e Restaurante Angico – Poço Redondo, Sergipe

Contudo, o catamarã não realiza mais o passeio (completo) de antigamente. Devido à seca do Rio São Francisco, a grande embarcação não navega mais até ao povoado de Entremontes e à Fazenda Angico, local onde fica situada a Casa de Pedro Cândido, um dos coiteiros do Lampião. Por esses motivos, resolvemos ir de lancha e traçar digamos assim, a “nossa própria rota”.

Rota do Cangaço Alagoas – Trilha Grota do Angico

A Rota do Cangaço, geralmente começa por volta das 9h. No entanto, combinamos com o guia responsável pela lancha, sair às 7:30 (para evitar as horas de calor intenso) – Foram cerca de 30 minutos navegando pelo “Velho Chico”, até à primeira parada: Restaurante Fazenda AngicoPoço Redondo – Sergipe.

Fazenda Angico – Casa de Pedro Cândido, um dos coiteiros de Lampião (Coiteiros, eram pessoas que protegiam e ajudavam os cangaceiros)


A Fazenda Angico, é a porta de entrada para a trilha que leva à Grota do Angico. Porém, a trilha seria mais fácil se não fosse o calor escaldante do sertão – são 700 metros e o tempo de duração é de aproximadamente uma hora ida/volta. Pelo caminho, a simpática guia vai relatando sobre as histórias e “causos” do cangaço.

+ Reserve Hotel pelo Boooking.com com até 50% desconto – Cancelamento Gratuito!

A trilha que leva à Grota do Angico é feita em meio à caatinga, bioma exclusivamente brasileiro

Na Rota do Cangaço, fomos recebidos por alguns nativos com vestuário característico.

Rota do Cangaço em Alagoas – História

Retrato de Lampião e seu bando, em exposição na Casa-Museu Pedro Cândido – Fazenda Angico

Foi na Grota do Angico que Lampião e Maria Bonita viram seu reinado chegar ao fim. Lá, os dois foram executados pela volante, (polícia) junto a diversos outros integrantes de seu bando. Segundo a história, em 1938, na madrugada do dia 28 de julho, o bando de Lampião acordava para tomar seu café. Entretanto, os policiais comandados pelo Tenente João Bezerra, haviam horas antes organizado sua expedição a partir da própria cidade de Piranhas-AL, para pegar o cangaceiro finalmente desprevenido na Fazenda Angicos, um de seus esconderijos mais remotos.

Em pouco mais de 20 minutos, os policiais promoveram um verdadeiro massacre – sem chances de revidar. O bando de Lampião perdeu 11 homens, incluindo ele mesmo e sua mulher, tendo outros 23 cangaceiros detidos.

Grota do Angico – Poço Redondo, Sergipe – local onde Lampião e seu bando foi emboscado

Após matarem o Rei do Cangaço e uma boa parte do bando, os policiais cortaram as cabeças dos cangaceiros e as deixaram expostas na escadaria da prefeitura de Piranhas-AL. Chegava ao fim a era do Cangaço de Lampião, mas para Piranhas, a história apenas começava.

+ Veja também: roteiro de 5 dias em Alagoas 

Povoado de Entremontes

o que fazer em Alagoas Rota do Cangaço Piranhas sertão nordeste Sergipe pontos turísticos viagem dicas

Atracadouro de Entremontes

Depois de percorrermos a trilha e conhecermos mais sobre a Rota do Cangaço em Alagoas, partimos rumo ao povoado de Entremontes. O pequeno vilarejo colonial, abriga algumas das mais habilidosas rendeiras e costureiras de toda a Região Nordeste. Sua especialidade? Uma espécie de bordado tipicamente local chamado “redendê”.

o que fazer em Alagoas Rota do Cangaço

Casa do Bordado de Entremontes

o que fazer em Alagoas Rota do Cangaço Piranhas nordeste sertão dicas viagem

Bordado de Entremontes

Nossa parada em Entremontes foi de 45 minutos. Para além das comprinhas típicas nas lojas de bordados e a visita à Associação do Bordado de Entremontes, é possível conhecer a casa onde se hospedou Dom Pedro II, em sua viagem pelos caminhos do São Francisco.

o que fazer em Alagoas Rota do Cangaço

Igreja colonial, no povoado de Entremontes – município de Piranhas-AL 

Cangaço Eco Parque – Poço Redondo

o que fazer em Alagoas Rota do Cangaço

Saíndo do povoado, seguimos para a nossa terceira e última parada: Cangaço Eco ParquePoço Redondo – Sergipe. O paraíso é aqui! É exatamente neste ponto que chega o catamarã – a partir do Cangaço Eco Parque, o visitante também pode realizar a Trilha Grota do Angico. Contudo, o caminho por aqui é mais longo e cansativo.

+ Reserve Hotel pelo Boooking.com com até 50% desconto – Cancelamento Gratuito!

o que fazer em Alagoas Rota do Cangaço

Cangaço Eco Parque – o paraíso às margens do “Velho Chico”

Como nós já havíamos feito a Trilha Grota do Angico, através do Restaurante Fazenda Angico, aproveitamos o espaço para relaxar, petiscar, e tomar um delicioso banho nas águas convidativas do Rio São Francisco.

o que fazer em Alagoas Rota do Cangaço Piranhas dicas sertão viagem pontos turísticos

Cangaço Eco Parque

o que fazer em Alagoas Rota do Cangaço passeios dicas sertão pontos turísticos Piranhas

Moqueca de Surubim ao molho de Camarão

Serviço

Através do hotel, ou do porto de Piranhas-AL, você pode comprar o passeio Rota do Cangaço em Alagoas. O catamarã custa em torno de 40 reais por pessoa, (almoço e trilha Grota do Angico, não incluídos). Se você optar pela lancha ou canoa, o preço pode ser negociável (almoço e trilha Grota do Angico, não incluídos).

+ Saiba também: o que fazer em Piranhas

Onde ficar em Piranhas

o que fazer em Alagoas Rota do Cangaço Piranhas viagem dicas passeios sertão nordeste

Em nossa passagem por Piranhas tivemos uma grata experiência no Hotel Pedra do Sino. A propriedade é super bem localizada e abriga uma estrutura muito confortável. O hotel possui um visual maravilhoso para o Rio São Francisco, além disso fica próximo ao Centro Histórico. Saiba mais sobre a hospedagem aqui.

Contudo, existem outras opções com excelente custo-benefício, com é o caso da Pousada O Imperador, Pousada Bonita, Hotel São Francisco, Pousada Porto de Piranhas, Pousada Sol Nascente e ainda mais em conta existe o Hostel Velho Chico.

Nota: uma vez que a região é carente de alojamentos, não deixe de fazer sua reserva com antecedência através do site Booking. com.

+ Verifique: onde ficar na Praia do Patacho

Informações úteis

O tour Rota do Cangaço tem um duração de 4 ou 5 horas. Recomendamos que você leve: roupa confortável, calçado para trekking, traje para banho, chapéu ou boné, protetor solar, repelente, água e boa disposição. Bom passeio!

Ficamos super felizes em ajudar no planejamento da sua viagem. Esperamos que tenha gostado das nossas dicas e sugestões. Obrigada pela visita e seja sempre bem-vindo (a) ao blog!

Procurando Hotel? Pesquise as promoções no Booking.com – você não paga nada por isso, cancela e altera quando quiser e ainda tem a garantia dos melhores preços. Saiba mais: Aqui !

Gostou do post sobre a Rota do Cangaço em Alagoas? Compartilhe!


Tags::

Você também vai gostar

2 Comentários

  1. Ana Sofia Jucá 2 de março de 2017

    Sofia,
    Parabéns pelo seu relato. Muito interessante. Fiquei com uma dúvida: você disse que o almoço e a trilha Grota do Angico não estão incluídos no passeio de Catamarã ou na lancha. Você lembra quanto custava a trilha Grota do Angico? E a lancha (uma média, pois você disse que era negociável)?
    Muito obrigada.

    1. Sofia Reimão 2 de março de 2017

      Olá Ana Sofia,
      Fico feliz que você gostou do relato. O almoço é pago à parte, não está incluso em nenhum dos passeios. A trilha custa por volta de 5 reais, já a lancha ronda os 50 reais por pessoa.
      Qualquer dúvida, contacte. Beijinhos e bom passeio!