Escreva para pesquisar

DESTINOS INTERNACIONAIS Europa Portugal

Melhores cascatas do Gerês

Compartilhar

Dicas para visitar as melhores cascatas do Gerês

Quais são as melhores cascatas do Gerês? Neste guia vamos responder a essa e outras dúvidas frequentes. Com mais de setenta mil hectares de território protegido, o famoso Parque Nacional da Peneda-Gerês é um dos principais destinos turísticos do Norte de Portugal. A região revela aos visitantes paisagens incríveis. Em 2015 foi eleito pelo jornal Britânico The Guardian como um dos melhores Parques Naturais Alternativos da Europa. O Gerês abrange quatro belas serras cercadas de fauna e flora selvagem, aldeias históricas, belos miradouros, rios com água límpida e dezenas de cascatas paradisíacas. Além dos numerosos pontos de interesse, há opções de atividades como rapel, escalada e passeios de barco no rio Cávado. Confira as dicas de como chegar aos poços e às cascatas mais bonitas do Gerês. 

Onde ficam as cascatas do Gerês?

As cascatas do Gerês ficam escondidas nas Serras da Peneda, do Soajo, da Amarela e do Gerês, em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês, localizado nas regiões do Minho e Trás-os-Montes.

Visitar as melhores Cascatas do Gerês: como ir aos poços e cachoeiras

melhores cascatas do Gerês

Neste roteiro turístico vamos mostrar-lhe as cachoeiras e piscinas naturais mais bonitas do Gerês e toda a informação prática e localização exata para chegar até às quedas d’água. 

Além disso, abaixo também partilhamos dicas dos melhores alojamentos para dormir perto das cascatas e lagoas.

Lembrando que para chegar em algumas das cascatas terá de percorrer trilhos pedestres. A maioria dos percursos são pouco exigentes e encontram-se bem sinalizados.

A visita às cascatas pode ser feita por conta própria ou através de passeios guiados com agências de turismo locais. 

Os guias vão conduzir você pelos trilhos de montanha até às cascatas e ensinar sobre os sinais da floresta e dos animais que lá habitam.

1 – Cascata do Tahiti – Serra do Gerês

melhores cascatas do Gerês

Quem visita o Gerês não pode deixar de conhecer a belíssima Cascata Fecha de Barjas, conhecida popularmente como Cascata do Tahiti.

Situada na Serra do Gerês, a 12 km da Vila do Gerês, na estrada que liga Fafião à Ermida, a Cascata Tahiti oferece aos visitantes várias quedas d’água e piscinas naturais que convidam a mergulhos refrescantes nos dias quentes de verão.

Chega-se ao local tranquilamente de carro. Coloque no GPS Cascata Tahiti e veja a localização no Google Maps. Há estacionamento nas imediações. Recomenda-se cautela na descida para os banhos. 

Coordenadas GPS das Cascatas do Tahiti

Latitude: 41°42’15.4″N

Longitude: 8°06’34.6″W

+ Reserve Hotel pelo Booking com até 50% desconto – Cancelamento Gratuito!

2 – Cascata do Arado – Serra do Gerês

melhores cascatas do Gerês

Em pleno coração do Gerês, a famosa Cascata do Arado brinda os turistas com uma sucessão de lagoas naturais fantásticas.

É uma das maiores e melhores cascatas da Serra do Gerês. O horário certo para visitá-la é entre as 11h e as 12h30 – altura em que os raios de sol iluminam as quedas d’água e os poços. 

É possível chegar ao local por uma estrada de terra batida, que inicia junto ao parque de estacionamento do Miradouro das Rocas, situado a 2 km a Norte da pequena aldeia da Ermida, Vilar da Veiga. 

Em frente à Cascata do Arado existe um miradouro onde se pode contemplar as quedas d’água, que terminam em piscinas naturais repletas de peixes.

Inclusive, a entrada que leva à base da cascata fica junto ao Miradouro do Arado. Contudo, recomenda-se atenção na descida para os banhos. Obrigatório levar calçado apropriado para trekking!

Coordenadas GPS da Cascata do Arado

Latitude: 41°43’27.1″N

Longitude: 8°07’47.7″W

3 – Cascata da Rajada – Serra do Gerês

melhores cascatas do Gerês

Incrustada nas montanhas da Serra do Gerês, a Cascata da Rajada é um convite a um passeio lindo e revitalizante. Mas para descobri-la, é preciso dar à perna e ter algum espírito de aventura. 

O percurso pedestre que conduz ao local, começa na aldeia da Ermida e oferece vistas incríveis e contato direto com a natureza.

Dica: a Cascata da Rajada fica na mesma região das cascatas do Tahiti e do Arado. Assim sendo, pode explorar esses três locais no mesmo dia.

O melhor horário para visitar esta cascata é das 13h às 15h. Gostou da sugestão? Saiba mais no post completo: como ir à Cascata da Rajada

4 – Poço Azul – Serra do Gerês

Como ir para o Poço Azul no Gerês , Como chegar ao Poço Azul no Gerês. Trilho e percurso pedestre. Acessos para a Cascata do Poço Azul

Tem espírito de aventura? Então inclua no roteiro das melhores cascatas do Gerês o Poço Azul, uma das lagoas naturais mais bonitas de Portugal.

Escondido em meio às montanhas da Serra do Gerês, o Poço Azul é alimentado pelo rio Conho, que forma uma piscina natural ao pé da pequena queda d’água, onde as águas azuis e cristalinas convidam a mergulhos refrescantes.

A única forma de lá chegar é a pé, mas a natureza circundante compensa bem o esforço. O local não possui qualquer tipo de serviço para receber os visitantes.

Posto isto, recomendamos levar lanche, água e traje de banho para curtir um dos lugares mais bonitos e isolados da Ermida. Reserve pelo menos 6 horas para este passeio. Confira: como ir o Poço Azul

Coordenadas GPS da Cascata do Poço Azul

Latitude: 41°44’03.8″N

Longitude: 8°06’27.5″W

5 – Cascata da Portela do Homem – Serra do Gerês

Localizada a 800 metros da fronteira com Espanha, a Cascata da Portela do Homem é uma das mais belas atrações naturais da Serra do Gerês.

Para lá chegar a partir da Vila do Gerês, por exemplo, são 12 km subindo a Serra, em direção à Mata da Albergaria.

Devido à proibição de estacionamento nas margens da rodovia, entre Leonte e a Portela do Homem, deixe o carro no parque junto à fronteira e depois retroceda a pé os 800 metros até à zona da ponte sobre o rio Homem, onde fica a cascata. 

No caminho, após passar a ponte, há um posto de controle onde é cobrado um valor simbólico de 2 euros por carro. 

O acesso a pé à parte de cima da cascata é fácil. No entanto, há necessidade de cuidados especiais na descida para os banhos. 

Coordenadas GPS da Cascata da Portela do Homem

Latitude: 41°48’14.8″N

Longitude: 8°07’41.7″W

+ Reserve Hotel pelo Booking com até 50% desconto – Cancelamento Gratuito!

6 – Cascata da Mata da Albergaria – Serra do Gerês

O trilho que conduz às Cascata da Mata da Albergaria inicia no parque de estacionamento da Portela do Homem (junto à fronteira com Espanha).

No total são aproximadamente 4 km ida/volta, com grau de dificuldade fácil. Não existe indicação para a cascata, mas não se preocupe: vai descobri-la com facilidade ao longo do percurso.

Durante a caminhada vai passar por três pontes de madeira sobre o rio Homem, da qual se destaca a Ponte de São Miguel.

Dica: a Cascata da Mata da Albergaria fica na mesma região da Cascata da Portela do Homem. Logo, pode conhecer os dois locais facilmente no mesmo dia.

Reserve pelo menos 1 dia inteiro para explorar as duas cascatas. Você vai gostar! Confira o artigo completo como ir à Cascata das Lagoas da Mata da Albergaria.

Coordenadas GPS das Cascatas da Mata da Albergaria

Latitude: 41°47’43.4″N

Longitude: 8°08’09.4″W

7 – Cascata Cela Cavalos – Serra do Gerês

Como ir à Cascata Cela Cavalos, como chegar, melhor trilho, percurso pedestre, cascatas mais bonitas do Gerês

Um dos atrativos mais bonitos da Serra do Gerês é a Cascata Cela Cavalos. Está localizada na região de Montalegre, a pouco mais de 2 km das aldeias de Cela e Lapela.

Além da belíssima queda d’água, a Cascata Cela Cavalos apresenta duas piscinas naturais excelentes para banho. 

O percurso pedestre desde a aldeia de Lapela demora entre 20 a 30 minutos (só a ida). Lembrando, o mesmo caminho também pode ser percorrido em um veículo 4×4, bicicleta ou moto. Veja as dicas completas de como ir à Cascata Cela Cavalos

Coordenadas GPS das Cascatas das Cela Cavalos

Latitude: 41°45’39.1″N

Longitude: 7°59’12.6″W

8 – 7 Lagoas – Serra do Gerês

melhores cascatas do Gerês

Próximo à aldeia de Cabril existe um conjunto de sete cascatas denominado de 7 Lagoas, localizadas em um vale paradisíaco com um cenário natural deslumbrante.

Contudo, chegar até lá pode não ser tarefa fácil, mas a paisagem envolvente da Serra do Gerês compensa tudo.

Para visitar as 7 Lagoas você precisa viajar até à pequena localidade de Xertelo. A partir daí terá de percorrer 6 km por uma estrada de terra com pedregulhos.

O percurso pode ser feito a pé, bicicleta, moto ou com um veículo 4×4. Se optar pela caminhada, considere que são 12 km ida / volta (esforço físico pesado). As 7 Lagoas são um passeio destinado a pessoas que gostam de desafios. Fica a dica!

Coordenadas GPS das Cascatas das 7 Lagoas

Latitude: 41°45’32.7″N

Longitude: 8°01’37.4″W

9 – Cascata de Pincães – Serra do Gerês

melhores cascatas do Gerês

A pequena localidade de Pincães, concelho de Montalegre, acolhe a cinematográfica Cascata de Pincães, uma das cascatas mais altas e fotogénicas do Parque Nacional.

Esta cascata é uma das pérolas da Serra do Gerês. Para lá chegar é preciso percorrer um trilho de 2,5 km (20 minutos de caminhada desde o largo da aldeia de Pincães). 

Espere encontrar uma queda d’água de montanha, com um poço raso e cristalino. A incidência de luz solar nesta cascata tem seu melhor horário entre as 11h e as 14h – altura ideal para banhos e fotografias sem a interferência de sombras. 

Coordenadas GPS da Cascata de Pincães

Latitude: 41°42’58.7″N

Longitude: 8°03’34.6″W

10 – Lagoas de Fafião – Serra do Gerês

As lagoas ou piscinas naturais de Fafião são de fácil acesso. Por isso são uma das melhores cascatas do Gerês para ir em família com crianças. 

Os meses de maior calor, fazem deste local, um destino muito atrativo. As lagoas mais seguras para tomar banho ficam junto à antiga ponte de madeira. 

No local há um agradável parque de merendas e conta com apoio de um bar improvisado nos meses de verão.  

As Lagoas de Fafião são alimentadas pelo rio Toco, e estão localizadas junto à Ponte da Pigarreira, na estrada que liga a Ermida à aldeia de Fafião. O caminho não tem nada que enganar!

11 – Lagoas de Travanca – Serra do Soajo

melhores cascatas do Gerês

Em plena Serra do Soajo, concelho de Arcos de Valdevez, escondem-se uma das piscinas naturais mais bonitas do Parque Nacional. 

Estamos a falar-lhe das Lagoas de Travanca, situadas a poucos quilómetros da Vila do Soajo. Para lá chegar viaje até Arcos de Valdevez e depois siga pela N202 em direção à Porta do Mezio (14km). Chegando à Porta do Mezio pegue a estrada à esquerda por mais 4 km. 

O acesso às Lagoas de Travanca começa onde termina a estrada de alcatrão. A partir daí são apenas 100 metros a pé por um passadiço de madeira. Há placas indicando o caminho.

12 – Poço Negro do Soajo – Serra do Soajo

melhores cascatas do Gerês

Se há algo que não falta na Serra do Soajo, concelho de Arcos de Valdevez, são poços naturais e cascatas paradisíacas. Um dos lugares mais conhecidos é o Poço Negro do Soajo, alimentado pelas águas cristalinas do rio Adrão.

O local é formado por uma soberba piscina natural, rodeada de vegetação luxuriante. O Poço Negro está localizado junto à estrada M530, a pouco mais de 1 km da Vila do Soajo.

Para ir do estacionamento até ao poço basta descer as escadas que dão acesso ao mesmo. Não tem como errar! O melhor horário para visitar o local é das 12h às 15h. 

13 – Lagoa dos Druidas – Serra do Soajo/Peneda

Localizada em pleno coração da Serra da Peneda/Soajo, inserida no Parque Nacional da Peneda-Gerês, a Lagoa dos Druidas é um pequeno paraíso do concelho de Arcos de Valdevez. 

Esta cascata fica escondida perto do pequeno povoado de Tibo. Do largo central da aldeia à Lagoa dos Druidas são apenas 3 km, mas para lá ir só mesmo a pé.

No entanto, a natureza envolvente e as águas cristalinas da lagoa formadas pelo rio da Peneda, valem bem o esforço. Veja o guia completo: como chegar à Lagoa dos Druidas 

14 – Poço da Gola – Serra Amarela

Visitar o Poço da Gola é uma das melhores atividades na Serra Amarela para quem, como nós, gosta pouco de multidões veranis.

A queda d’água é lindíssima, formando uma lagoa natural cercada de pedras graníticas. O acesso é bastante simples, porém não recomendável a pessoas com mobilidade reduzida. 

O Poço da Gola é uma das cascatas desconhecidas do Gerês. Está localizado próximo a Lindoso (Ponte da Barca), uma das aldeias históricas mais bonitas e visitadas da Serra Amarela. 

A maneira mais fácil para lá chegar é estacionar o carro perto do Café Restaurante Mó, em Parada, e depois seguir pelo trilho até ao Poço (aproximadamente 500 metros a pé). Aproveite e veja o nosso roteiro completo: o que visitar em Lindoso

15 – Poço Negro ou Cascata da Ermida – Serra Amarela

melhores cascatas do Gerês

O Poço Negro ou Cascata da Ermida é uma das quedas d’água mais altas da Serra Amarela, no concelho de Ponte da Barca. Alimentada pelo rio Carcerelha, a piscina natural desta cascata é um verdadeiro deleite. 

O acesso de carro para chegar ao local é “canja”, mas a descida para ir a banhos é íngreme e sinuosa! Por isso: prudência e bom senso diante da natureza nunca é demais, certo? 

A maneira mais rápida de chegar ao Poço Negro é seguir pela estrada CM1349, que liga Lourido à Ermida. A cascata fica do lado esquerdo, junto à ponte sobre o rio Carcerelha. Há placas indicativas pelo caminho. 

Alojamentos perto das cascatas do Gerês

melhores cascatas do Gerês

melhores cascatas do Gerês

Se pretende conhecer as cascatas desta lista, o ideal é dividir as noites de hospedagem por várias localidades ao invés de ficar sempre hospedado no mesmo local. Assim ganha mais tempo (e energia) para explorar as melhores cascatas do Gerês.

Dito isto, as localidades que sugerimos para passar a noite são Ermida, Vila do Gerês, Sidrós, Soajo e Entre-Ambos-os-Rios.

Alojamento para dormir na Ermida (Serra do Gerês): Casa Baranda, dispõe de quartos confortáveis, restaurante à lá carte e oferece acesso fácil às cascatas do Arado, Rajada, Tahiti e Poço Azul. Reserve 2 noites. 

Alojamento para dormir na Vila do Gerês (Serra do Gerês): Hotel Central Jardim, apresenta acomodações aconchegantes e oferece acesso fácil às cascatas da Portela do Homem e Mata da Albergaria. Reserve 1 noite. 

Alojamento para dormir em Sidrós (Serra do Gerês): Hotel Rural Misarela, disponibiliza suites confortáveis e oferece acesso fácil às 7 Lagoas, Cascatas de Pincães e Cela Cavalos e às Lagoas de Fafião. Reserve 2 noites. 

Alojamento para dormir no Soajo (Serra do Soajo): Casa do Adro, dispõe de acomodações românticas e oferece acesso fácil às Lagoas de Travanca, Poço Negro do Soajo e Lagoa dos Druidas. Reserve 2 noites. 

Alojamento para dormir em Entre-Ambos-os-Rios (Serra Amarela): Cêrca dos Passais, apresenta quartos confortáveis e oferece acesso fácil ao Poço Negro da Ermida e ao Poço da Gola. Reserve 1 noite. 

ATENÇÃO: os alojamentos que selecionamos costumam ter a taxa de ocupação alta durante os meses de férias escolares, fins de semana e feriados. Por isso, garanta o seu quarto com antecedência. Clique nos links do Booking para reservar com desconto!

Quantos dias para visitar as cascatas do Gerês

Pretende visitar as 15 melhores cascatas do Gerês deste guia turístico? Então reserve no mínimo 8 dias completos. 

1º Dia: Cascata do Arado, Cascata da Rajada, Cascata Tahiti

2º Dia: Poço Azul 

3º Dia: Cascata da Portela do Homem, Cascata da Mata da Albergaria

4º Dia: 7 Lagoas

5º Dia: Cascata de Pincães, Cascata Cela Cavalos e Lagoas de Fafião

6º Dia: Lagoas de Travanca e Poço Negro

7º Dia: Lagoa dos Druidas

8º Dia: Poço Negro e Poço da Gola

A temperatura da água das cascatas do Gerês é quente ou fria?

Depende da época do ano, dos rios e da profundidade das piscinas naturais. Obviamente, os meses de verão são os mais indicados para ir a banhos (Junho, Julho, Agosto, Setembro).

Nos meses de maior calor a temperatura da água costuma ficar mais gostosa, caso contrário a água é fria. Mas se procura águas quentes, recomendo uma visita às Termas do Gerês onde a água atinge 47ºC. 

O que levar quando visitar as cascatas

Além do traje de banho e das sandálias papete para entrar na água, não se esqueça de levar calçado apropriado para trekking, roupa confortável, chapéu e uma máquina fotográfica ou smartfone para tirar fotos lindas!

As cascatas do Gerês não dispõem de bares e restaurantes. Assim sendo, recomenda-se levar também lanche, bebidas e um saquinho para a recolha do seu lixo.

Como visitar as cascatas do Gerês

O Parque Nacional da Peneda Gerês é carente em transportes públicos. Então viajar de carro é indispensável para quem quer explorar a região.

Se não tem experiência com trilhos recomendamos fazer os passeios às cascatas acompanhado por guias credenciados. Pode reservar os passeios facilmente através das agências de turismo locais, como já referido no tópico acima. Bons passeios!

Dicas extras

Confira os nossos posts sobre os principais pontos de interesse no Gerês e os hotéis bons e baratos no Gerês. Veja também o nosso roteiro de 5 dias pelo Norte de Portugal

Ficamos super felizes em ajudar no planejamento da sua viagem. Esperamos que tenha gostado das nossas dicas e informações. Obrigada pela visita e seja sempre bem-vindo (a) ao blog!

Procurando Hotel? Pesquise as promoções no Booking.comvocê não paga nada por isso, cancela e altera quando quiser e ainda tem a garantia dos melhores preços. Saiba mais: Aqui !

*Gostou do post sobre as melhores cascatas do Gerês? Compartilhe com seus amigos!

Tags:
Artigo Anterior