Escreva para pesquisar

Compartilhar

Roteiro turístico: conheça as 6 cidades históricas mais bonitas de Minas Gerais

Minas Gerais é, com certeza, um dos melhores destinos de viagem do Brasil graças ao seu patrimônio natural, cultural, histórico, artístico e gastronómico. O Estado concentra uma riqueza de cidades coloniais pelas quais Minas permanece reconhecida até hoje. O território montanhoso começou desenvolver-se durante o século XVII – época em que o ouro e as pedras preciosas ditavam as regras, os intelectuais tramavam a Inconfidência Mineira e Antônio Francisco Lisboa demonstrava sua genialidade através da talha e da escultura. De origem portuguesa, algumas das cidades históricas mais bonitas de Minas Gerais estão catalogadas como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. As cidades listadas fazem parte da maior rota turística do Brasil – a Estrada Real, via oficial construída pela Coroa Portuguesa. O percurso de 1.630 quilômetros é formado por quatro caminhos: Caminho Velho, Caminho Novo, Caminho dos Diamantes e o Caminho de Sabarabuçu. Saiba mais sobre a Estrada Real  aqui.

Cidades históricas mais bonitas de Minas Gerais

Diamantina

cidades históricas mais bonitas de Minas Gerais

Diamantina nasceu durante o ciclo do diamante, representando a maior lavra de diamantes do mundo ocidental no século XVIII. É uma das cidades históricas mais bonitas de Minas Gerais, considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, desde 1999.

A cidade situa-se na porta do Vale do Jequitinhonha, a 290 km de Belo Horizonte. Do seu patrimônio histórico destacamos a Casa da Glória, a Igreja de São Francisco de Assis, a Catedral Metropolitana, a Igreja do Carmo, o Museu do Diamante, a Igreja do Rosário, a Casa da Chica da Silva e a Capela Imperial do Amparo.

O destino dá uma bela viagem de fim de semana prolongado. Quando ir? A melhor época para curtir a cidade e as cachoeiras da região vai de abril a outubro (período da seca). Durante esses meses também ocorrem as Vesperatas, um dos eventos musicais mais tradicionais do país.

+ Confira artigo completo: o que fazer em Diamantina 

Tiradentes

cidades históricas mais bonitas de Minas Gerais

Todo o charme da pequena Tiradentes

Localizada a cerca de 200 km de Belo Horizonte, Tiradentes, bem como as outras cidades históricas mineiras, desenvolveu-se na época do Ciclo do Ouro, quando o Brasil ainda era uma colônia portuguesa. O charmoso casario tradicional e as igrejas centenárias que compõem as ruas de pedras, estão entre as maiores atrações da cidade.

Cercada pelas montanhas da Serra de São José, a pequena Tiradentes respira o período colonial brasileiro. Os principais pontos de interesse por ali são: Igreja de Santo Antônio, Museu de Sant’Ana, Igreja do Rosário dos Pretos, Museu da Liturgia, Largo das Forras, Igreja de São Francisco de Paula, Chafariz de São José e o Museu do Padre Toledo.

Para os adeptos de caminhadas recomenda-se um passeio guiado pela magnífica Serra de São José. Os percursos pedestres passam por trilhas históricas em meio à Mata Atlântica, oferecendo uma panorâmica lindíssima que completa a paisagem de Tiradentes.

+ Veja artigo completo: o que fazer em Tiradentes

Ouro Preto

cidades históricas mais bonitas de Minas Gerais

Ouro Preto emoldura da imponente Serra do Espinhaço

A história de Ouro Preto está intimamente ligada à descoberta do ouro. Fundada pelos portugueses em 1711, a antiga Vila Rica (atual Ouro Preto), é uma das cidades históricas mais bem preservadas do Brasil, considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

A cidade fica a cerca de 100 km da capital Belo Horizonte, recebendo anualmente milhares de visitantes em busca de algumas das mais belas atrações turísticas de Minas Gerais. O município acolhe mais de 20 igrejas, várias delas com obras importantes de Antônio Francisco Lisboa (mais conhecido como Aleijadinho) e Mestre Ataíde.

Rodeada pela imponente Serra do Espinhaço, Ouro preto é uma cidade que inspira arte. Os monumentos e locais de interesse a visitar são: Casa dos Contos, Igreja de São Francisco de Assis, Basílica Nossa Senhora do Pilar, Museu da Inconfidência, Igreja N. S. do Rosário, Praça Tiradentes, Museu da Mineralogia, Feira da Pedra Sabão, Museu do Oratório e o Parque Estadual do Itacolomi.

+ Verifique artigo completo: o que fazer em Ouro Preto 

Mariana

Praça Minas Gerais – Mariana

Mariana foi a primeira vila de Minas Gerais, a primeira capital do Estado e a cidade mais rica do Ciclo do Ouro. A região ainda guarda memória dos primeiros garimpeiros e de sua riqueza de minérios. O município localiza-se a menos de 15 km de Ouro Preto, e a cerca de 115 de Belo Horizonte.

A pouco mais de 7 km do centro de Mariana, os visitantes podem conhecer a emblemática Mina da Passagem – maior mina de ouro aberta à visitação do mundo, desativada desde 1985.

Além disso, o centro histórico abriga tesouros como: a Igreja de São Francisco, Basílica de São Pedro dos Clérigos, Igreja N. S. do Carmo, Casa da Câmara e Cadeia e a Praça Gomes Freire. Sugerimos reservar pelo menos um dia para esses passeios. Para completar, inclua no roteiro o delicioso passeio de maria fumaça entre Mariana e Ouro Preto.

+ Confira artigo completo: o que fazer em Mariana

São João Del Rei

Rua das Casas Tortas, São João del Rei – MG

É um dos municípios mineiros que mais se desenvolveu economicamente. São João del Rei conquista os turistas graças às suas atrações históricas e culturais. A cidade já foi palco da incessante corrida ao ouro e hoje resguarda uma parte importante da história do Brasil.

Durante a caminhada pelas ruas centenárias, poderá apreciar traços importantes da arquitetura colonial das igrejas, casarões e sobrados imponentes. Próxima a Tiradentes, o destino é um excelente passeio bate e volta para quem está na região.

Se está planejando conhecer os melhores lugares de São João del Rei, inclua no roteiro uma visita ao Memorial Tancredo Neves, Igreja N.S. do Carmo, Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, Museu Ferroviário, Igreja das Mercês e a Rua das Casas Tortas. Outro passeio a não perder é o trajeto de trem entre São João del Rei e Tiradentes. O percurso cruza paisagens incríveis, formadas pelo Rio das Mortes e da Serra de São José.

+ Veja artigo completo: o que fazer em São João del Rei

Congonhas

Bom Jesus de Matosinhos, Congonhas-MG / Foto: cronicasmacaenses

Carinhosamente apelidada de “Cidade dos Profetas”, Congonhas é famosa por suas festas e manifestações culturais, atraindo anualmente centenas de turistas. A cidade situa-se na região do Alto Paraopeba, a 80 km de Belo Horizonte e a 120 km de São João del Rei. Conhecer as  principais atrações não é tarefa difícil. O melhor é deixar o carro parado e circular pelo Centro Histórico a pé.

A grande estrela de Congonhas é o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, um dos maiores conjuntos barrocos das Américas, declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Na obra, destacam-se os Doze Profetas esculpidos em pedra-sabão pelas mãos de Antônio Francisco Lisboa – um dos mais importantes escultores, entalhadores e arquitetos do Brasil colonial.

Além disso, outros locais que merecem uma visita são: Museu de Congonhas, Igreja Matriz N.S. da Conceição, Parque das Cachoeiras e a Igreja N.S. Rosário.

Procurando Hotel? Pesquise as promoções no Booking.com – você não paga nada por isso, cancela e altera quando quiser e ainda tem a garantia dos melhores preços. Saiba mais: Aqui 

*Gostou do post sobre as cidades históricas mais bonitas de Minas Gerais? Compartilhe!


Tags::

Você também vai gostar